Google+ Followers

sábado, 15 de junho de 2013

AutoClave X Estufa




Se faz necessário a informação sobre a diferença entre Estufa e Autoclave para esterilização, existe um movimento de marketing usados pelos salões informando o uso da autoclave como plus no tratamento e esterilização dos instrumentos, mas fique atenta acabam embutindo no valor final para o consumidor, em razão disto resolvi colocar algumas informações importantes:

  • Você sabe o que é ESTERILIZAÇÃO??

Esterilização é a retirada total de condições de vida, seja a que nível for.

É um processo de destruição de todas as formas de vida microbiana como as bactérias, fungos, vírus (HIV e HCV –vírus da hepatite).

  • Qual a diferença entre ESTERILIZADOR E AUTOCLAVE?
ESTERILIZADOR : CALOR SECO os micro organismos são destruídos através de temperatura elevada por um processo de oxidação das células,após a desidratação progressiva do núcleo

AUTOCLAVE : VAPOR SATURADO SOB PRESSÃO os micro organismos são destruídos pela combinação calor+pressão+umidade,que promovem a termocoagulação e a desnaturação das proteínas de estrutura celular.


  • Autoclave X Estufa qual é o melhor?
Tanto a AUTOCLAVE como o ESTERILIZADOR são eficazes, apenas utilizam métodos diferentes.

NENHUM é melhor que o outro: é necessário seguir corretamente as instruções de uso do fabricante e o produto que melhor atende suas necessidades.


  • MINISTERIO DA SAUDE
O Ministério da Saúde estabelece que os instrumentais para esterilização devem obedecer ao seguinte tempo:

- Por 01(uma) hora à 170ºC

- Por 02(duas) horas à 160ºC

Como podemos observar o que conta é a técnica e ética do profissional, em conhecer e por em prática os procedimentos de esterilização, para deste modo cuidar bem da saúde e beleza das amigas clientes.


Unhas fracas


O pesadelo de muitas mulheres, entre tantos pesadelos com a aparência é sem dúvida as unhas fracas, identificadas quando as unhas ficam porosas e quebradiças, com uma coloração amarela ou ainda com manchas.
Tenha calma, segundo dermatologistas, esses sintomas podem ter origem naquela faxina que você fez na semana, onde produtos de limpeza danificaram a lâmina de suas unhas, ou mesmo na prática cotidiana como digitar ou lavar louças, mas preste atenção no desenvolvimento deste problemas, várias doenças e distúrbios podem estar relacionados as unhas quebradiças, já que as unhas mostram muito da nossa saúde.
Esmaltes e afins contendo formaldeído também podem danificar as unhas, sem contar a acetona que é muito abrasiva, se este for o problema existem fortalecedores de unhas que compostos por queratina ajudam na recuperação e ainda protegem as unhas quando utilizados por baixo dos esmaltes, os próprios esmaltes de boa qualidade também, além de embelezar protege as suas garrinhas, mas se as unhas estiverem muito porosas de um tempo nos esmaltes, uma semana já vai dar para elas respirarem.
Fique atenta a sua alimentação, a correria do dia a dia, deixando a boa alimentação para trás, pode afetar a beleza e força das suas unhas e cabelos, por isso mais um motivo de se alimentar bem e balanceadamente, principalmente alimentos ricos em ferro, zinco e vitaminas do complexo B.
Não esqueça do hidrante das mãos, principalmente os que contem uréia ajudam a hidratar e proteger as unhas principalmente na região das cutículas.
Quanto aos produtos de limpeza incluindo o detergente de lavar louças, tenha como hábito o uso de luvas, elas serão aliadas no cuidado das suas unhas e mãos.
Existem pessoas que brigam comigo quando a questão é a retirada de cutículas, desejam que seja tirada cada resíduo desta pele, que existe por uma razão biológica - proteger a base das unhas, muito embora principalmente as brasileiras já criaram a retirada da cutícula por ordem estética, pode ter a opção de só "empurrar" ela ou mesmo retirar somente o excesso, deixando o mínimo de pele para proteger a base da unha, neste sentido todo o cuidado com o instrumental é necessário, já que deve ser descartável no que for possível, e o que não for deve ser esterilizado.
O corte e lixamento da unhas também é recomendado, já que cortando as extremidades que já estarão mais flexíveis e com tendência a quebrar ou lascar, o lixamento deixa as unhas uniformes e evita que enrosque em algum lugar, mas não lixe a lâmina das unhas, estará  tirando a proteção natural dela. É recomendável o corte e lixamento a cada 5 ou 7 dias.
Meninas espero ter ajudado com estas informações e na dúvida procure um médico.


sexta-feira, 14 de junho de 2013

Dia da Manicure






Parabéns a todas as guerreiras manicures, mulheres de aço que embelezam e cuidam das mãos de todas nós, com carinho, dedicação e as melhores tendências, cada qual a seu estilo este ofício beira a uma missão, já que além das mãos as vezes somos confidentes e os laços de amizade entre cliente e manicure se estreitam.

O dia 14 de junho, Dia da Manicure, tem o intuito de homenagear essa classe trabalhadora. A lei faz parte do projeto do deputado Sérgio Ricardo (PPS/MT), cuja mãe ajudou a criar a família sendo manicure e cabeleireira.

De origem francesa,  a palavra manicure entrou no vocabulário português e aí se manteve sem alteração, sendo normalmente usada ainda hoje. Ao seu lado, desenvolveu-se a forma aportuguesada manicura, para mulher e, mais tarde, manicuro para o profissional masculino.

A palavra manicura veio do latim "manus", que significa mão, e "cura", que significa tratamento. A manicura é a profissional que cuida das mãos e tem a habilidade de deixá-las com um aspecto mais bonito a agradável.


E para comemorar um texto sobre a história do esmalte!!!



Ao falar sobre esmalte, muitas pessoas logo se lembram do hábito que muitos têm em pintar ou reforçar as unhas através dessa mistura química que pode ser incolor ou multicolorida. As mulheres, em sua maioria, se perdem na infinidade de cores (muitas delas com nomes incompreensíveis) que prometem um visual mais elogioso ou mais antenado. Além disso, vários violonistas empregam o material para que as unhas não quebrem durante uma apresentação.
Apesar de tantos usos na contemporaneidade, o esmalte já integrava o cotidiano da realeza do Antigo Egito. Por volta de 3500 a.C., as mulheres egípcias aplicavam uma tintura de henna preta nas unhas. As cores mais vibrantes ficavam relegadas ao uso da família real e chegavam a despertar algumas preferências entre as rainhas do Egito. Cleópatra tinha uma clara preferência pela tonalidade vermelho-escura. Já Nefertiti tinha mais gosto pelo esmalte de tom rubi.
O mesmo poder de distinção social observado no uso do esmalte entre os egípcios também era perceptível entre os chineses. Em meados do século 3 a.C., o uso de tons vermelhos e metálicos (feitos com soluções de prata) significavam a ocupação de um lugar privilegiado na hierarquia social. Já entre os romanos, a pintura dava lugar a tratamentos com materiais abrasivos que faziam o polimento das unhas.
A tecnologia para o tratamento das unhas ficou relativamente estagnado até o século XIX. Nessa época, os cuidados se restringiam à obtenção de unhas curtas e que estivessem moldadas por uma boa lima. Em alguns casos, as unhas eram ligeiramente perfumadas com óleo e polidas com uma tira de couro. Numa época em que o recato era uma importante virtude, a extravagância dos esmaltes não seria nenhum pouco prestigiada.
Até essa época, uma das grandes descobertas foi a invenção do palito até hoje utilizado para a remoção das cutículas. No começo do século XX, os esmaltes começaram a recuperar espaço com o uso de soluções coloridas que não permaneciam fixadas mais do que algumas horas. Somente em 1925, durante estudos que desenvolviam tinturas para carros, foram descobertas as primeiras soluções que se assemelham com os esmaltes de hoje.
Na sua primeira versão, o produto era de um tom rosa-claro e era aplicado no meio das unhas. Chegando à década de 1930, já podemos notar que a “pintura” nos dedos do pé e da mão fazia muito sucesso entre as grandes estrelas do cinema hollywoodiano, como Rita Hayworth e Jean Harlow. No ano de 1932, os irmãos Charles e Joseph Revlon custearam a invenção de um novo tipo de esmalte, mais brilhante e com um leque variado de tonalidades.
Nas décadas seguintes, vemos que a tecnologia empregada foi se tornando cada vez mais complexa. As unhas postiças parecem como uma boa alternativa de se chamar a atenção sem gastar horas na manicure. Há poucos anos foram disponibilizadas máquinas capazes de imprimir uma imagem digital nas unhas. Difícil é saber onde a indústria da beleza pode chegar a fim de atiçar a vaidade feminina. (fonte http://www.historiadomundo.com.br/curiosidades/historia-do-esmalte.htm)

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Efeitos dos esmaltes


Embora o esmalte vermelho tenha o seu lugar conquistado no coração das mulheres ou em suas mãos, atualmente existe uma gama muito grande de esmaltes com novas tecnologias que surtem efeitos diferentes e para todos os gostos.
De início podemos destacar os esmaltes holográficos ou com efeito 3D, embora para as desavisadas seja apenas um vidrinho com mais gliter existe uma diferença entre os dois, no caso do 3D existe partículas que dão o efeito de prisma com o refletir da luz e o acabamento fica liso nas unhas, o que não acontece com o esmalte com gliter em que o acabamento fica áspero.
Outra opção que é moda no momento são os esmaltes magnéticos, que produzem efeitos interagindo com o imã que acompanha os esmaltes, o segredo é passar uma boa camada do produto e em seguida deixar o imã bem próximo da unha, mas atenção, se passar o produto e tirar o excesso com o palitinho durante este tempo ele vai secando e as partículas magnetizadas já não vão se mover muito.
Quem não acha o máximo o efeito emborrachado em que os foscos em esse efeito deixam nas unhas, lembrando que por serem mais cremosos acabam fixando mais nas unhas e demoram para descascar, ótimo para quem não tem muito tempo para retocar as "garrinhas".
O efeito "matte polish" que da a aparência fosca nas cores também têm o seu charme ainda mais se for combinado em uma francesinha com as extremidades brilhante ou ainda inverter a combinação.
Mas como tudo que é bom dura pouco...alguns destes efeitos só existem ainda em esmaltes importados daí o valor mais alto do vidrinho ou mesmo a dificuldade de encontrar, mas fiquem atentas meu próximo post irei selecionar as marcas mais usadas com efeito e tentar disponibilizar valores e locais, mas lembrem-se se houver uma esmalteria próximo a sua casa ou local de trabalho, faculdade e afins é bem provável que exista lá todos esses produtos.
Beijos e até a próxima.

quarta-feira, 5 de junho de 2013

O que é uma Esmalteria?


Há algum tempo atrás não podíamos imaginar um espaço de beleza só para as mãos e pés, a imagem de fazer as unhas enquanto sentadas em uma cadeira de cabeleireiro era a que vinha a mente quando pensávamos em pintar as unhas, ou no mínimo pintar as unhas com o "doce" som dos secadores.
Mas isso esta mudando... atualmente existe uma tendência forte de separar os ambientes.
O mercado de esmaltes e acessórios para embelezamento das unhas como adesivos para as unhas, fitas adesivas para as unhas, mini-ball Caviar (que dá o aspecto de caviar nas unhas), carimbos para as unhas, e a tão difícil de encontrar impressora para as unhas, ou seja uma infinidade de produtos e serviços para o embelezamento das unhas tem crescido e muito, as possibilidades de deixar as unhas mais belas tem ido muito além da clássica francesinha. Com todas estas novidades nada mais justo do que ter um espaço separado para conhecer e escolher com mais calma os produtos em que você irá colocar nas unhas.
Existem ainda os Nail Bares, espaços requintados que são tendências aqui, e são "importadas" das badaladas cidades européias, onde além de deixar a sua unha bem cuidada ainda conta com um cardápio de bebidas e um ambiente aconchegante.
Ah você gostava do ambiente de cuidados para os cabelos e unhas juntos, não se desespere, existem espaços tradicionais ou ainda lugares que oferecem vários serviços em um mesmo lugar, mas em ambientes separados e diferenciados. 
As esmalterias são ambientes que procuram trazer o que há de novo no mercado, seja em produtos, serviços e técnicas além claro daquele esmalte importado, sem deixar de lado uma infinidade de esmaltes nacionais que são pouco explorados em um salão que não da um destaque maior para as unhas.
Agora que você já sabe o que é uma esmalteria é só procurar a mais próxima e desfrutar dos serviços diferenciados, e deixe a sua sugestão registrada aqui para todas nós.

Vidrinhos Mágicos

Qual das mulheres não se vislumbram e param diante dos vidrinhos de esmaltes para as unhas? Atualmente com toda a variedade de cores e efeitos são verdadeiros vidrinhos mágicos.
Existem os importados com seus formatos diferenciados e valores que chegam a mais de 15 vezes o valor dos esmaltes nacionais, que a qualidade é excelente não há de questionar, mas os esmaltes para as unhas nacionais não deixam a desejar, mas no mercado de esmaltes existe produto para todos os gostos e estilos.
Claro que as Divas de plantão nem sempre conseguem extrair dos vidrinhos o seu potencial máximo, é ai que entra as profissionais do ramos, as manicures que além de cuidar da saúde das unhas das mãos e pés cuidam da beleza, e não é simplesmente destampar os vidrinhos e sair dando pinceladas, existem técnicas que vão desde o cuidado com higiene e esterilização do material, o uso de material descartável, até técnicas de massagem para as mãos e pés, além de possuir vocação para a arte de embelezar as unhas. Tão infinito como os tipos de esmaltes são os acessórios, "tirinhas" metalizadas, unhas de acrigel, unhas de caviar, unhas de camurça, francesinhas, inglesinhas, filha única e por ai vai.
De tudo isto é que nasceu a idéia de escrever sobre esse mundo mágico que são os vidrinhos mágicos de esmaltes para as unhas e suas encantadoras consequências. Aguardo sugestões bjs a todas. 

Up Nail!